Tag Archives: dani bahiense

O necessário pra mudar: desafabo

21 jun

“Querer muito entrar em forma não basta para levá-lo à academia.”
Essa frase, que eu li essa semana na revista Galileu, foi o que me motivou a escrever esse desabafo.
A idéia da Operação Casamento surgiu da vontade conjunta de mudarmos padrões comportamentais que nos incomodavam e nos impediam de progredir. Muito mais do que perder peso, essa nova sessão veio da necessidade de encontrar formas mais saudáveis de viver: dormir mais cedo, fazer atividades que nos tirem da zona de conforto e nos desafie, além de ter consciência sobre os alimentos que consumimos, conhecendo a procedência deles para, assim, poder fazer escolhas conscientes.
Mesmo assim, por alguma razão, está sendo muito difícil, pra mim, criar hábitos saudáveis e suprimir os nocivos.

Reconheço que há meses tenho sido muito descuidada com a minha alimentação, o que tem me prejudicado muito. Por isso, já passou da hora de mudar de verdade. Não apenas durante 100 dias, ou até outro casamento, mas mudar pra mim, pra vida.

De qualquer forma continuo com os almocinhos lights: filé de salmão, arroz integral e salada de shitake com nirá.

Então quero dividir o que há de tão precioso nessa matéria da Galileu. Pois explica qual o principio básico para um regime dar certo. E depois disso, eu e você vamos ter uma vida melhor, sem sermos escravos dos maus hábitos.

 Segundo a matéria, a maioria dos regimes não dá certo, pois pressupõe mudanças de comportamentos inconscientes.
Para reverter um mau costume, primeiro é preciso entendê-lo: o hábito é um ciclo de 3 etapas. Primeiro surgem os gatilhos que acionam determinado comportamento, depois uma rotina se instaura; em seguida, vem a recompensa que motivou a busca.
Afinal, hábitos são um estratégia da natureza para nos poupar. Eles funcionam como um atalho do cérebro para executar alguma ações de forma automática. Sem pensar. Eles permitem que a gente preserve nossa energia para coisas mais complicadas. Mas, ao mesmo tempo que nosso cérebro segue a lei do mínimo esforço, ele busca prazer a todo custo.
A solução é entrar no jogo e seguir o ciclo do hábito, mas a nosso favor. Precisamos, então, criar gatilhos (o que faz você sentir vontade de tomar o cafezinho às 15h), rotinas (descer para o refeitório todos os dias, tomar um café e conversar com os amigos) e recompensas (rir e conversar com os amigos) que só nos façam bem.

Já que nossa cabeça não está interessada em saber a origem do prazer que move um hábito, ela pode ser treinada para automatizar apenas os bons. Aí sim começa a verdadeira mudança.
Ainda lendo a matéria, descobri um estudo financiado pelo governo dos EUA vem mostrando que não importa o tipo de hábito que você quer abandonar: excesso de café, atrasos na aula ou perda de tempo na internet (pode ser todos?). Todos podem ser substituídos por outros melhores, desde que você concentre esforços em apenas um deles.

Um hábito é fruto de um aprendizado e mudá-lo requer outro aprendizado, capaz de promover o nascimento de novos neurônios. Para isso, é preciso mais do que querer.

E nós queremos e podemos! Simbora?

♥♥♥♥♥

Quer mudar de vida? Entre com a gente nessa operação!

Use a hashtag #operacaocasamento e #blogopencloset em seutwitter e Instagram para dividir sua rotina com a gente.

Atenção meninas! Não queremos, de maneira nenhuma, promover dietas ou perda de peso irresponsável. O conceito dessa sessão é incentivar-nos a viver uma vida mais saudável e ativa, pensando sobre os tipos de alimentos que estamos colocando em nossos corpos para estar em forma.
Se você também quer entrar nessa, faça como a gente e consulte um profissional para te ajudar!
♥♥♥♥♥

Blog Open Closet na Mídia – parte 2

13 jun

Gente,

mais um motivo de comemoração para nós e queremos dividir com vocês! Hoje, saiu mais uma notinha sobre a Operação Casamento, dessa vez foi na coluna Entre a Gente do colunista  João Fernando no Jornal da Tarde em São Paulo! 🙂

Continuem acompanhando e dividindo essa experiência com a gente!!! Use ahashtag #operacaocasamento #blogopencloset no seu twitter e instagram e poste suas fotos. Depois a gente mostra aqui!

Agora vamos suar a camisa que ainda temos dias longos pela frente!

beijos,

Equipe OpenCloset

Blog OpenCloset na mídia!!

11 jun

Pessoal,

Nós estamos muito felizes e queremos dividir uma notícia com vocês!!

Saiu hoje uma nota na coluna do Leo Dias , do jornal O Dia, sobre nosso projeto Operação Casamento.

Ficamos muito honradas e ainda mais animadas para dar continuidade a esse desafio.

Continuem acompanhando e dividindo essa experiência com a gente!!! Use a hashtag #operacaocasamento #blogopencloset no seu twitter e instagram e poste suas fotos. Depois a gente mostra aqui!

Agora vamos suar a camisa que ainda temos dias longos pela frente!

beijos,

Equipe OpenCloset

Um dia inteiro na saída do elevador

25 maio

Ontem encontrei um amigo que não via há alguns anos. Foi rápido, nos encontramos de repente em um prédio comercial, ele saindo de um elevador e eu doutro.  Quando perguntei como ele estava, me respondeu: “Tô bem. Cuidando do que precisa ser cuidado…”

Não é bem isso que se espera com um “tudo bem?” despretensioso, não é? Acho que por isso essa frase não saiu da minha cabeça. Afinal, quantas pessoas você encontra depois de anos e te fazem pensar no sentido de uma palavrinha tão bonita em apenas alguns segundos?

Então comecei a refletir sobre coisas e pessoas que amamos e o valor que damos a elas.

Nunca vou saber a quê ele se referia. Talvez, só aquele instante, ele tenha percebido as coisas que precisariam da sua presença e dedicação. Como vamos saber?

Ele poderia estar falando sobre a vida profissional. Afinal, quantas vezes adiamos um sonho por medo de arriscar? Tirar nossos desejos da marginalidade também é cuidar.

Ou ele pode ter se referido à sua própria vida. Quando nos envolvemos numa rotina de compromissos e obrigações, caímos num abismo de desconexão com nossa essência e nossas verdadeiras prioridades. Quem sabe ele resolveu tirar do baú os planos deixados pra depois? Ou relembrar as memórias que precisaram ser camufladas para pararem de doer? Ou então marcou todos os médicos de uma só vez, decidindo que nesses dias cuidaria dele, ao invés de esperar que alguém o fizesse.

Talvez tenha resolvido, apenas agora, tomar uma atitude e apoiar o veto da presidente Dilma ao código florestal? A natureza é um lugar bom para canalizar nossas energias. Sempre voltam pra gente.

Mas talvez ele falasse de um grande amor, como quem acaba de aprender que é preciso cuidá-lo para tê-lo feliz. Porque cuidado é uma atitude de ocupação, preocupação, de responsabilização e de envolvimento afetivo com o outro.

E então pensei: quantas vezes deixamos de cuidar daquilo que nos é mais caro, raro e belo?

Quantas vezes na nossa vida fazemos coisas chatas, mas que são importantes para o outro? Poucas, eu sei.

Quantas vezes fazemos quem amamos se sentir a pessoa mais importante do mundo? E não vale ser no aniversário.

Quantas vezes ficamos meses sem ver alguém porque não temos tempo? Trabalhamos muito, eu sei.  Enquanto isso a gente enrola com um “Vamos marcar! Saudades…” no facebook.

Ou quantas vezes não sabemos expressar o que sentimos e pensamos: “tudo bem, eu sou assim”, sem lembrar o que amor precisa ser zeloso?

Não há mais espaço para as falsas prioridades, os dias já são curtos demais. Então corre.  Vá cuidar do que realmente precisa ser cuidado.

Vestido Social

27 jan

Nossa dica de hoje é para quem é criativa e gosta de inovar. Achamos na internet um vídeo super interessante sobre como transformar a camisa social masculina em um vestidinho fofo e original. É uma espécie de DIY, não é mesmo?

E se você achar que ficou muito curto. Vai ficar ótimo com uma legging!

Assim é fácil economizar nas compras, mas não nos looks!

No twitter: @Open_Closet

@Dani_Bahiense

@isa_rezende

@MariaCrof

 Já curtiu a página do Blog OpenCloset no facebook?? Corre lá!

E se você ficasse sozinho?

2 dez

A solidão te dá medo ou é inspiradora? Mas a pior solidão é aquela no meio de uma multidão, se é que isso existe, não é? Esse tema, que às vezes assusta, serviu de inspiração para o fotógrafo Laurence von Thomas.

A partir do sentimento de estar sozinho Von Thomas começou a colecionar lindas e poéticas imagens sobre o assunto em um tumblr aqui na rede que leva o nome de “If You Leave”.

O projeto, que começou em 2009 com imagens feitas por ele, logo ganhou espaço e um toque coletivo.  O fotógrafo reuniu ali não só fotos suas, como retratos inspiradores feitos por outros artistas.

Mais de 250 imagens tiveram destaque na página virtual. O sucesso foi tanto que o tumblr se desdobrou em um primeiro livro e até uma exposição. Mas o tumblr não parou e agora uma nova publicação acaba de chegar às prateleiras.

Hoje, o fotógrafo Laurence von Thomas tem mais de três mil seguidores em seu blog e a série de imagens ganhou novo livro lançado no último dia 3 de novembro, em Londres.

Essa foto é minha. Inspirada nesse projeto nada solitário

A nova obra pode ser comprada por 16 libras (quase R$45), mais frete, no próprio site do projeto.

No twitter: @Open_Closet

Já curtiu a página do Blog OpenCloset no facebook?? Corre lá!

As 10 bibliotecas mais lindas do mundo

1 nov

Hoje estava lembrando que, quando criança, meu sonho era ser esquecida dentro de uma livraria. Me imaginava passando a noite sozinha naquele lugar, podendo ler todos aqueles livros – e juro, não era assustador!

Por isso, o post de hoje é uma listinha para quem ama ler preparada pelo FalaCultura. Então, prepara o guardanapo, porque você vai ficar com água na boca.

beijos!!

10. Biblioteca da Abadia de Admont, na Áustria

A maior biblioteca de monastério do mundo. A Abadia de Admont foi fundada em 1074, e em 1776 recebeu sua espetacular biblioteca branca e dourada. Felizmente, a biblioteca resistiu ao terrível incêndio de 1865, que destruiu o restante da construção.

9. Biblioteca do Monastério de Strahov, na República Checa

Essa biblioteca é parte de um monastério fundado em 1143. Seu teto está decorado com um maravilhoso afresco do século XVIII, chamado O esforço da humanidade para obter a verdadeira sabedoria.

8. Biblioteca do Parlamento Canadense, no Canadá

Foi originalmente construído em 1876 – mas apenas uma pequena parte ainda corresponde ao original, já que a maioria da biblioteca foi destruída em um incêndio, em 1916.

7. Real Gabinete Português de Leitura, no Brasil

Achou que a gente não ia incluir nenhum brazuca no ranking? Essa biblioteca escura e sóbria fica no Rio de Janeiro. Construída em 1837, apresenta quadro andares que mais parecem labirintos, para poder acomodar todos seus 350 mil exemplares.

6. Biblioteca da Universidade de Delft, nos Países Baixos

Visual moderno, versatilidade e luz natural. O que há para não gostar na biblioteca da Universidade de Delft, desenhada pelos arquitetos do Mecanoo?

5. Biblioteca Parabola, no Reino Unido

A Sala de Leitura da Biblioteca Britânica, mais conhecida como Biblioteca Parabola, foi construída em 1857, mas recentemente restaurada (em 2000). Essa sala foi inspirada pela cúpula do Panteão, em Roma. Um bônus? Reza a lenda, foi aqui que nasceu o Manifesto Comunista.

4. Biblioteca Municipal de Estocolmo, na Suécia

Construída em 1932 de acordo com o projeto do arquiteto Gunnar Asplund, ainda é considerado um dos prédios mais importantes de Estocolmo. Essa, porém, é uma imagem em 3D, criada por Olivier Charles, de um projeto para a Biblioteca Pública.

3. Biblioteca da Trinity College, na Irlanda

Na universidae mais antiga da Irlanda, a “Velha Biblioteca” é toda feita em madeira, com escadas em caracóis e fileiras e mais fileiras de livros. Foi construída entre 1712 e 1732, e renovada mais de um século depois, em 1860, para a inclusão de um novo andar de livros.

2. Handelingerkamer, nos Países Baixos

O teto dessa biblioteca é uma cúpula de vidro, que permite a entrada da luz natural, de forma a iluminar todos os quatro patamares de prateleiras. Essa ideia foi essencial no século XIX, para evitar que velas fossem levadas muito próximas aos livros.

1. Biblioteca Jurídica de Iowa (EUA)

Ok, os livros são todos de Direito. Mas, vamos combinar: ninguém é perfeito. Mas é praticamente impossível negar a beleza dessa biblioteca, com suas cores harmoniosas e a linda escada em caracol que fornece acesso aos diversos andares de livros.

Bolsa Retrô

28 out

Assim como quase todos os acessórios retrô, a melhor amiga da mulherada nessa versão está com força total. Vocês estão vendo pelas ruas né?

Então, fizemos um apanhado de alguns looks com bolsa retrô, pra você se inspirar. E não se esqueça: o importante é misturar peças retrô com outras contemporâneas, para não parecer que você saiu do armário da vovó!!

Eu amo e já uso várias. E você?

No twitter: @Open_Closet

Já curtiu a página do Blog OpenCloset no facebook?? Corre lá!

%d blogueiros gostam disto: